Mitos e Verdades sobre Dieta e Emagrecimento

Dieta e Emagrecimento - Mitos e Verdades

Tendo participado de congressos e estudando em livros e artigos científicos sob o tema de obesidade, organizei algumas perguntas e respostas com os estudos mais recentes sobre emagrecimento e dietas.

Alimentação e Dieta

PERGUNTA: Comer de três em três horas ajuda a perder peso?

Mito. Na verdade esta prática não contribui para o emagrecimento e nem acelera o metabolismo. De acordo com a pesquisa publicada pela Associação Médica Americana (AMA), cada refeição adiciona na média 180 calorias ao consumo calórico diário, o aumento do número de refeições faz com que a pessoa consuma mais calorias no total, o que gera ganho de peso. A quantidade de refeições por dia deve ser diferente para cada indivíduo, não existe uma regra geral.

PERGUNTA: Quanto menos calorias, mais a pessoa emagrece?

Verdade. Segundo a mesma pesquisa americana, a restrição calórica é o fator determinante para perder peso. Outro fator importante é seguir a dieta à risca, seguindo as indicações nutricionais.

PERGUNTA: O tipo de dieta não importa?

Verdade. O primeiro mês da dieta é o mais importante. Segundo dados do estudo Lookahead, independentemente da dieta escolhida, quanto mais peso você perde no início do tratamento, mais fácil será manter este peso.

PERGUNTA: Usar a balança duas vezes por semana e comer bem no café da manhã ajuda na perda de peso?

Verdade. Alguns comportamentos são observados em quem consegue manter o peso após uma perda, a longo prazo. O mais inesperado é a alta frequência de pesagem, de pelo menos duas vezes por semana. Praticar atividade física também é importante. Já na questão da alimentação, as pessoas que fazem um controle alimentar rígido (mesmo em festas e comemorações), as que comem pouco fast-food, as que tratam o café da manhã como a principal refeição, são outros hábitos frequentes.

Exercício e Emagrecimento

PERGUNTA: Para que eu tenha resultado preciso unir a dieta a exercícios físicos?

Mito. A publicação The Lancet, do Reino Unido, publicou uma pesquisa de 2014, comparando resultados de quem faz exercícios e dieta, comparando com aqueles que apenas restringem a alimentação. O estudo apontou que a diferença entre os dois grupos, na média, foi de apenas 0,5 kg. Porém, é importante destacar que a atividade física tem outros benefícios, como o condicionamento cardiovascular, além de ajudar na manutenção do peso perdido.

PERGUNTA: Quem perde rápido, recupera rápido?

Mito. O “efeito rebote” não ocorre, mesmo quando utilizando medicamentos. Na verdade, quem perde peso rápido tende a manter a perda, mas precisa se cuidar. Quem emagrece ou até quem faz cirurgia de redução de estômago, acredita que o problema foi resolvido, mas é preciso cuidar o peso no dia a dia, sem exageros. A manutenção não é fácil, pois, ao contrário do que é dito, o corpo não se acostuma com o peso.

PERGUNTA: Dieta não necessita acompanhamento médico?

Mito. A frequência de visitas ao médico está diretamente ligada à perda de peso, indicando a importância do acompanhamento profissional. Quem quer perder (e manter seu) peso deve procurar o acompanhamento de um endocrinologista.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO